domingo, 30 de abril de 2017

Linádea e Elvira Caudra, personagens das séries Albert & Einstein e A Dupla do Barulho.

A dupla na verdade foi criada há dez anos, decidi fazer a postagem desse desenho porque creio que vocês ainda não conhecessem essas duas personagens, também porque elas são homenagens a ambas as primeiras profissionais da área de saúde que já conheci pessoalmente em meu estado da federação: a psicóloga Doutora Daniela Reis e Silva e a homeopata Doutora Vera Lucia Taqueti Machado!

Linádea é anagrama de Daniela e Elvira Caudra é anagrama de Dra. Vera Lúcia, sendo que eu, na época, quando criava personagens baseadas em pessoas reais, sempre bolava uma forma de camuflar os nomes, para que as pessoas depois não me enchessem a paciência por fazer esse tipo de referência sem possuir autorização, mas acho que, nesse caso, não existe qualquer tipo de problema em deixar que as Doutoras Daniela Reis e Silva e Vera Lúcia Taqueti Machado saibam da homenagem, até por elas sempre terem me tratado como um filho!

Sobre a dupla fictícia, são melhores amigas e colegas de classe de Albert & Einstein, ainda não defini muito bem como serão a atuação e comportamento delas nos enredos, só que já estou planejando algo nesse sentido agora!

sábado, 29 de abril de 2017

Ainda não deu para ler Novos Titãs e X-Men e Liga da Justiça e Vingadores, algo que farei o quanto antes!

Desculpem-me pelo atraso, mas foi porque aconteceram problemas!

Propaganda Enganosa Tem Nome, Rosto e Personalidade!

Propaganda Enganosa Tem Nome, Rosto e Personalidade!, Parte 1 de 2.
Jamais possuí nenhum tipo de problema por permitir que meus amigos soubessem que sou usuário do Yahoo! Respostas. Aliás, até que já, sim, mas não tenho medo e vergonha de ser agredido e atacado por calhordas virtuais.
Para quem é usuário, ex-usuário ou visitante mais antigo do site, já deve ter lido estes três itens das antigas regras e termos da comunidade:
07. Tenho várias contas Yahoo!. Como posso usá-las para participar como se fossem pessoas diferentes?

Não. Usar várias contas para participar do Yahoo! Resposta é uma violação das Regras da Comunidade e pode resultar no cancelamento de suas contas. Consulte as Regras da Comunidade para orientações sobre comportamentos aceitos.
___
25. As perguntas são excluídas depois de resolvidas?

As perguntas resolvidas nunca são excluídas. Depois que uma pergunta é resolvida, permanece no Yahoo! Respostas ficando disponível para pesquisa e navegação. Você pode continuar a compartilhar o que sabe avaliando as melhores resposta.
___
27. Quando as perguntas ou respostas são informadas como denúncia, são automaticamente excluídas?

Não. Cada denúncia é verificada por um funcionário do Atendimento ao Cliente, que determina qual a ação adequada a ser tomada. Não é possível "atacar" alguém denunciando-o sistematicamente, porque as exclusões não são automáticas.
___ 
Aí é que está o problema: nada disso jamais foi cumprido pela própria Equipe Y! Respostas! Uma pena isso, já que pessoas utilizam o site como fonte de diversão, educação e informação!

Em 2012, em uma visita ao Procon estadual de onde moro, prestei uma reclamação contra o Yahoo! Brasil e a equipe foi forçada a enviar duas funcionárias para cá, na capital estadual, a fim de me darem explicações e justificativas.

Propaganda Enganosa Tem Nome, Rosto e Personalidade!, Parte 2 de 2.
Mostrei a ambas mais de 50 capturas de tela com argumentos, provas e testemunhas, comprovando e evidenciando que quem faz as exclusões na comunidade é um sistema automatizado; que conta a quantidade de denúncias e bloqueios e não os reais funcionários, o resultado: ambas não acreditaram em minha palavra!
Por outro lado, as duas também já me autorizaram a denunciar, processar e penalizar a empresa legalmente, algo que farei até o final de 2018! Recentemente, excluíram o perfil original de minha amiga Princess Peach e a resposta correta de um usuário que me ajudou na pergunta de quais as diferenças entre cover e remix!
Propaganda enganosa é crime e pecado e deverá resultar em bastantes sanções legais na realidade, eu agora já possuo mais de 100 capturas de tela contra a empresa e nada; nem ninguém me impedirá de reagir legalmente!
Não bastasse o site ser cheio de defeitos técnicos e regras idiotas, incluindo não permitir perguntas de bate-papo, mas ele mesmo fazer essas perguntas, ainda vem com propaganda enganosa!
É por isso que gente da melhor qualidade, como a Núbia e Daniele, por exemplo, sumiu de vez, detalhe que estou mencionando duas das pessoas que mais me dão apoio moral com meus desenhos!
E eu também estou sendo torturado por três babacas: o Draulep, Carlão Pira e O Cara Silva: o primeiro é um animal que posta coisas contra os outros ao invés de lhes responder às perguntas, eu próprio já fui bloqueado por ele após aparecer um boato falso e maldoso envolvendo meu nome e ele também já me respondeu a uma pergunta dizendo que parou de ler no meio do texto, o segundo é outro animal que também posta coisas contra os outros ao invés de lhes responder às perguntas, ele até já veio me afirmar que sou um bosta, ladrão e maconheiro, tudo porque o critiquei por fazer uma horrível interpretação de algo que postei em uma de minhas perguntas e que cujo sentido era bem óbvio e o terceiro é um novo animal que ainda posta coisas contra os outros ao invés de lhes responder às perguntas, ele até já postou coisas me discriminando, ofendendo e preconceituando por engano e malícia!
Detalhe ainda que ouço falar que nas versões em inglês e espanhol do site, as Equipes e usuários levam a coisa toda a sério!

Letras musicais (covers e remix) de um livro mais futuro (janeiro de 2018).


Bom, como estou sem ideias para novas composições musicais, decidi fazer dois covers e um remix de algumas composições originais próprias e estes serão utilizados no livro Os Romanoz 7 – Visitando a Venezuela e Guianas.

Na trama, como vocês já sabem, os Romanoz são convidados para uma turnê pelos quatro países mais pobres e desvalorizados da América do Sul: Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa, sem saberem que um curioso e misterioso novo vilão, aliado a dois vilões mais antigos pretende dar um fim conclusivo, decisivo e definitivo à Maior Banda Musical do Pedaço!

A ideia é homenagear essas quatro países, o que deverá começar pelas respectivas capitais: Caracas, Georgetown, Paramaribo e Caiena (Cayenne em francês), algo que também já devo ter afirmado!

As diferenças entre cover e remix.

Resposta dada por um usuário anônimo, do Yahoo! Respostas, na categoria Letras:

Cover-uma pessoa canta uma música originalmente cantada por outra pessoa.
Remix- é a música original, só que trabalhada, com ritmo, ou melodia diferente, mas mantendo sempre a letra original.
Exemplos- Lana Del Rey- Summertime Sadness..compare a original com o remix de Cedric Gervais, e um cover qualquer no Youtube.

Boa tarde

Observação: ele cometeu vários erros de digitação e idioma, mas para preservar a autoria dele, mantive tudo!

Muitas vezes, a Superação Tardia É a Melhor Coisa que Acontece!

Passei mais de 20 anos querendo e precisando entender o próprio comportamento e não achei a palavra certa. Até que, neste ano, um dos mais conceituados e cultos membros de minha família me ajudou a identificar o termo exato: medo de ser invasivo.

Foi bem assim: quando eu via pessoas que já conhecia acompanhadas de pessoas que ainda não conhecia, não falava com ninguém, jamais supus o real motivo disso tudo, até que esse meu parente descobriu a coisa toda sozinho e por conta própria.

Inclusive e principalmente, no ano de 2000, vi em um boliche, o finado Top Strike, daqui da capital estadual três garotas que estudaram na mesma escola do que eu, a Escola Monteiro Lobato-CEMS, elas eram duas séries abaixo da minha, e, no dia seguinte, uma delas disse que me viu por lá.

Eu poderia e deveria ter falado com elas na hora, são pessoas super bacanas e descoladas, sendo que a primeira e terceira são, respectivamente, a melhor amiga e a prima da segunda.

E bem, neste ano de 2017, após algumas conversas com familiares e vizinhos, percebi que não tinha nada a ver (e continua não tendo!) não falar com pessoas nas circunstâncias e condições descritas logo acima e superei de vez essa barreira toda!

Mas sabem que, por um lado, foi até bom, já que, já que, no ano de 2010, reconheci publicamente em meio a um espetáculo musical um antigo contato meu do Yahoo! Respostas do interior do estado (uma mulher 04 anos mais velha do que eu e com quem sempre me identifiquei bastante até quebrar a cara!), descobri acidentalmente que moramos no mesmo estado da federação e passei a querer conhecê-la pessoalmente.

O caso foi que, no ano de 2013, ela me cortou fora de suas relações, alegando que fui tão grosso com ela que ela não quer mais olhar para minha cara, fato este que jamais aconteceu, e, tendo ou não acontecido, nunca proibi ninguém de se entender comigo por nada e essa mulher também sabe se expressar perfeitamente bem de verdade!

Significa que, muito embora estivesse errado em não conversar com as pessoas que já conhecia acompanhadas das que não conhecia, foi até bom isso haver ocorrido em um dos casos: já pensaram se eu imaginasse que ela era agradável e simpática pessoalmente, e, depois, descobrisse de vez que as aparências enganam (e enganam mesmo!)?

Artesanato em caixas de papelão.





Adquiri duas caixas de papelão para praticar um pouco de artesanato, até pensei em pintá-las com tinta para madeira ou cobri-las com papel multiuso, mas minha mãe me disse que ficariam bem mais bonitas sem serem repaginadas e decidi que assim seria!

Minhas tias me criticaram bastante por querer fazer muitas coisas ao mesmo tempo, só que o que aconteceu foi que estive sem computador para produzir meus livros e não estive saindo muito de casa para produzir meus quadrinhos (produzo os livros em casa e os quadrinhos na rua para agilizar a produção toda!)...

Por isso mesmo, decidi fazer artesanato para compensar!

Daqui a pouco, começarei a ler o gibi Novos Titãs e X-Men e o romance gráfico Liga da Justiça e Vingadores, que serão lidos em sequência e sem nenhuma interrupção.

Minha resenha crítica de cada um sai ainda hoje, sem falta, fiquem de olho!

Atualizada a postagem de minha lista de materiais de desenho com uma tonelada de novos materiais.

Leiam bem aqui: http://saviochristi3.blogspot.com/2017/03/minha-lista-de-materiais-de-desenho-2017.html!

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Comparações existem e são elementares e inevitáveis!, 7ª. Edição e Como Vem Sendo Minha Experiência com o Desenho desde o Início de Tudo até os Dias Atuais!, 3ª. Edição.

Comparações Existem e São Elementares e Inevitáveis!, Parte 1 de 6, 7ª. edição.

Bem, existem determinadas comparações entre os trabalhos de outros desenhistas e os meus, o que, para mim, é sempre algo grande e ótimo, certamente, felizmente e realmente!

Muitas vezes, por exemplo, comparam-me a Mauricio de Sousa. Mas, também, já fui comparado ao próprio Mauricio de Sousa e a Ziraldo e Henfil por uma amiga do Yahoo! Respostas, a ex-usuária A Carioca, mais uma vez a Mauricio de Sousa e Ziraldo e a Daniel Azulay por outro amigo do Yahoo! Respostas, cujo apelido não achei mais, a Chris Chan por um amigo do Facebook, Léo Henrique, a Daniel Johnston por outro amigo do Facebook, Pedro Humphreys, a Millôr Fernandes por um amigo e vizinho, o sócio empresário e professor universitário Rogério Monteiro, aos desenhistas do Espírito Santo por outro amigo e vizinho, o também sócio empresário, engenheiro civil e gestor de negócios Alexandre Tadeu Silva, aos desenhistas do Nordeste por um amigo e cliente do MercadoLivre, Mário Cravinhos e a Fernando Botero por meu pai. Outras três comparações que julgo bem diferentes e interessantes são as de meu amigo Fábio Turbay, mencionado um pouco mais logo adiante, que comparou os nomes de algumas criações minhas aos nomes de algumas criações de Stan Lee, e, da Marvel Comics, às vezes, também da DC Comics (ele (o Stan) gosta de criar personagens com nomes aliterados, ou seja, com as iniciais idênticas!), de um amigo do grupo do Facebook Bate-Papo Ilustrado, Fabrício de Andrade Alves, que comparou a qualidade técnica e visual de meus desenhos aos de Akira Toryama e Robert McKee e minha mãe, também mencionada um pouco mais logo adiante, que comparou a qualidade técnica e visual de minhas pinturas às das pinturas de Tarsila do Amaral.

Inclusive e principalmente, é bem curioso e interessante constatar que alguns desses nomes em específico já possuem as próprias marcas registradas na hora de desenhar: Mauricio de Sousa e Daniel Azulay desenham com os olhos esbugalhados, Ziraldo desenha sem o glóbulo interno dos olhos e Fernando Botero desenha pessoas obesas, e, muitas vezes, nuas.

E falando em marcas registradas na hora de desenhar, meus pais já definiram as minhas: ele me disse que são as expressões ingênuas de minhas personagens, também que não preciso mais procurar nenhuma e ela que são os cabelos, olhos, bocas, ombros e braços, também que meu desenho é diferente, eles estão bem certos nessa!

Comparações Existem e São Elementares e Inevitáveis!, Parte 2 de 6, 7ª. edição.

E, no mais, ainda gosto bastante de me comparar a outros desenhistas: por aqui em meu estado da federação mesmo, por exemplo, utilizo como referências a Elza Filgueiras e Fábio Turbay, ao passo que em outros estados da federação, minhas maiores referências são a Mariana Caltabiano, Samara Souza e Pamela Marins. A Elza faz uns desenhos em estilo mangá, bons demais por sinal, o Fábio faz, às vezes, umas coisas mais caricatas e outras mais sérias, a Mariana faz desenhos bem inocentes e puros, a Samara faz uma série de desenhos improvisados e aleatórios e a Pamela faz seus desenhos em estilo mangá na maioria das vezes e em realismo na minoria das vezes.

Agora, como bem disse uma vez a própria A Carioca do Yahoo! Respostas, possuir o dom de desenhar é um presente do Papai do Céu. Ela mesma também faz alguns desenhos, incluindo expressão livre, caricatura, realismo e surrealismo.

Em tempo: meu amigo Joel Jorge me comparou ao próprio Mauricio de Sousa, Chico Caruso (irmão gêmeo de Paulo Caruso e pai de Fernando Caruso), Gustavo Duarte e Eduardo Vieira!
Comparações Existem e São Elementares e Inevitáveis!, Parte 3 de 6, 7ª. edição.

Mais uma vez em tempo: minha mãe ainda já me comparou ao gênio célebre e ilustre Leonardo da Vinci (sim, o fabuloso e lendário especialista e mestre de diversos tipos de artes e ciências, e que, por sinal, já está sendo homenageado em uma de minhas histórias completas de quadrinhos: A Grande Pintura com o Professor Melos e Elenco Ainda Maior!, coestrelada pelo próprio Leonardo da Vinci, Pablo Picasso, Vincent van Gogh e Salvador Dalí ao lado do Professor Melos, criação minha citada no título da narrativa!)), o qual também já possuiu algum tipo de experiência e prática com o desenho tradicional e o desenho técnico!

E novamente em tempo, aqui vão os links de minha página do Facebook com a sinopse do da edição de A Grande Pintura com o Professor Melos e Elenco Ainda Maior! e outras sinopses, descrições e conteúdos mais recentes:
Comparações Existem e São Elementares e Inevitáveis!, Parte 4 de 6, 7ª. edição.

 pessoas extremamente céticas e descrentes quanto a essa história dar certo e funcionar bem, tomara que elas mudem de vez de ideia e opinião após lerem tudo!

A  propósito: não me lembro mais de quem riu de mim ao saber que fui comparado a Millôr Fernandes, mas jamais liguei para esse tipo de afronta e insolência: as pessoas são diferentes e livres e isso acaba aqui e agora!

Comparações adicionais: minha prima materna oito anos mais velha, Bruna Lopes, farmacêutica e irmã de meu primo quatro anos mais velho materno, o designer gráfico e publicitário Thiago Lopes (sendo que ainda existe outro designer gráfico em minha família, meu primo materno de terceiro grau Rafael Figueiredo) já comparou a qualidade técnica e visual de meus livros com as de Jorge Amado, ao passo que um antigo amigo de meu pai, o também ex-bancário Manoel Pereira Filho acaba de comparar a qualidade técnica e visual de meus desenhos com a da série de pinturas O Grito, de Edvard Munch. Além disso, uma amiga de trabalho de meu pai, de época da Caixa Econômica Federal, Amelinha Pepino acaba de comparar meus textos justamente com os de meu pai, algo já feito previamente por outra amiga dele da mesma empresa, Maria José Araújo e um amigo meu, do grupo do Facebook Bate-Papo Ilustrado acaba de comparar meus desenhos de caricatura e realismo com o trabalho de Pablo Picasso.

E mais algumas comparações de última hora: minha mãe comparou a qualidade técnica e visual de minhas literaturas, composições musicais e poesias às de Vinícius de Moraes, Cecília Meireles, Carlos Drummond de Andrade e Maurício de Oliveira, este último também da parte de uma das funcionárias daqui de casa, Neide, outro vizinho, Flávio Gabiru, professor de Educação Física dos níveis fundamental I, fundamental II e médio do Centro Educacional Charles Darwin comparou a qualidade técnica e visual de minhas composições musicais às de Jerry Adriani e outro amigo do Yahoo! Respostas, o psicólogo Douglas Fersan comparou a qualidade técnica e visual de meus desenhos aos de Ziraldo.


Comparações Existem e São Elementares e Inevitáveis!, Parte 5 de 6, 7ª. edição.

Um adendo: outra artista com quem me comparo bastante é a escritora Thereza Rodrigues, daqui de meu estado da federação. Ela é um de meus três pilares das artes daqui do estado, eis a sequência: Elza Filgueiras, Fábio Turbay e Thereza Rodrigues. Já meus três pilares de outros estados da federação são, justamente, a Mariana Caltabiano, Samara Souza e Pamela Marins. Todos pessoas inteiramente e totalmente abençoadas, iluminadas, inteligentes, sensatas e sensíveis.

E outro adendo: dois amigos desenhistas do grupo Bate-Papo Ilustrado já compararam a qualidade técnica e visual da edição especial A Grande Pintura com o Professor Melos e Elenco Ainda Maior! com a  da série de romances gráficos A Liga Extraordinária, de Alan Moore e Kevin O'Neill e da série de gibis Patrulha do Destino, de Arnold Drake, Bruno Premiani, Murray
Boltinoff e Bob Haney. Não achei mais o nome do primeiro (parece-me que ele excluiu a própria conta!), mas vai o nome do segundo: Anderson do Rosário. Essa edição especial também já está pronta.

Não digo mais que são os artistas daqui do estado e de outros estados da federação com quem mais me identifico, já que como bem disse minha amiga LaMorghana, do Yahoo! Respostas, também desenhista e pintora, não é bom correr o risco de se esquecer de algum amigo. Foi quando comentei que ambas as pessoas de lá do site com quem mais me identifico atualmente são ela mesma, das categorias Ilustração e Desenhos e Pintura e meu também amigo Glauber Fernandes, da categoria Quadrinhos e Animação.

Comparações Existem e São Elementares e Inevitáveis!, Parte 6 de 6, 7ª. edição.

E, finalizando, eis alguns nomes de pessoas de minha família que também são extremamente habilidosas e talentosas com as artes, bem como mais e maiores detalhes e informações de meus três pilares das artes internos e externos:

Familiares célebres e ilustres: Antonio Cintra (pintor e músico) (bisavô da parte de minha avó paterna), Antonio Christofoletti (geógrafo) (primo de terceiro grau paterno, primo distante da parte de meu avô paterno), João Figueiredo (geógrafo, político e militar) (primo distante da parte de minha avó materna), Gerô (cineasta e músico) (segundo irmão mais velho), William Seven (ilusionista, palestrante, empresário e professor de Espanhol) (primo mais velho da parte de meu pai), Natalia Christofoletti Barrenha (jornalista e pesquisadora do cinema argentino) (prima distante da parte de meu pai) e Rogério Christofoletti (escritor, colunista e professor e pesquisador do Departamento de Jornalismo da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)) (primo distante da parte de meu pai).

Artistas de fora da família que mais admiro e aprecio seus trabalhos: Elza Filgueiras (gestora cultural, professora de Desenho Artístico, desenhista, escritora e pintora), Fábio Turbay (publicitário, desenhista, escritor e professor de Desenho de História em Quadrinhos), e Thereza Rodrigues (psicóloga e escritora) (meus três pilares das artes de meu estado da federação) e Mariana Caltabiano (desenhista, escritora, diretora e roteirista), Samara Souza (designer gráfica, designer de produto, desenhista e pintora) e Pamela Marins (professora de Artes particular e do Governo do Estado de São Paulo, designer gráfica, designer de produto, desenhista, roteirista, escritora e pintora) (meus três pilares das artes de outros estados da federação).
Como Vem Sendo Minha Experiência com o Desenho desde o Início de Tudo até os Dias Atuais!, 3ª. Edição.

Meu amigo Matheus Freitas, do grupo do Facebook Bate-papo Ilustrado está fazendo uma pesquisa sobre os desenhistas autodidatas. Abaixo, vai a resposta que dei a ele:

"Bom dia a você também, meu nobre!

Certo, iremos lá então: eu tinha três anos de idade (já estou com trinta e dois!), foi quando comecei a desenhar e isso foi bem aos poucos.

Aos sete anos, surgiu minha primeira criação como personagem de ficção; que foi o Palhaço Palhoça, mais tarde, incorporado a um de meus universos de personagens, Cartuns Insólitos.

Aos nove anos, surgiu aquela que seria minha principal criação, título que é ostentado até hoje: a dupla nonsense Albert & Einstein (conhecida também como a Dupla do Barulho) (em quadrinhos e desde 1994).

Com o tempo, surgiram mais e mais criações inéditas e originais, incluindo outras duas principais criações: a equipe de patrulheiros espaciais os Amigos do Universo (conhecida também como os Detetives Espaciais) (em quadrinhos e desde 1994) e a banda musical os Romanoz (conhecida também como a Maior Banda Musical do Pedaço) (em livros e desde 2006).

Atualmente, pratico e treino bastante, acompanho o trabalho dos outros desenhistas pelo YouTube e Blogger e frequento cursos e oficinas de Desenho, creio isso ser o suficiente!".

Agora, já recebi os agradecimentos e parabéns do próprio Matheus, ele achou minha história muito legal, que bom que ele gostou tanto, e, por de certo, muitos outros mais gostarão da mesma forma! Eu ia dizer mais coisas, mas preferi evitar usar de superfluidade. E, no mais, acredito que meu exemplo possa servir para muitos outros mais!

As diferenças entre dublagem e atuação vocal.

Resposta dada por meu amigo Marco, do Yahoo! Respostas, na categoria Cinema:

Sávio, eu não entendi exatamente o que você quis dizer com atuação vocal. Mesmo tendo trabalhado muitos anos como locutor e jornalista em rádio, eu nunca ouvi essa expressão nos meios de comunicação e isso inclui as artes cênicas em geral. Talvez você esteja se referindo à representação dos atores usando suas vozes. Se for isto mesmo, basicamente não existem grandes diferenças, pois trata-se de uma grande quantidade de técnicas que incluem, dentre outras coisas, a interpretação, a inflexão e a entonação para se dizer um texto. Tudo isso é usado tanto por atores como por dubladores e até os locutores de rádio e TV fazem o mesmo. 

Essas técnicas é que permitem a correta interpretação de um texto com a intenção de transmistir algum tipo de emoção ou dar enfoque a determinadas frases contidas no mesmo texto. É preciso treinamento e prática para se chegar a um bom resultado. 

A diferença entre os atores e os dubladores está somente no contexto visual. Enquanto os primeiros também trabalham expressões corporais e faciais, os segundos precisam transmitir as emoções apenas com as vozes, uma vez que não aparecem fisicamente nos filmes. O restante das técnicas são muito semelhantes. Principalmente porque para ser dublador no Brasil, o profissional precisar fazer algum curso de artes cênicas antes de se iniciar na profissão. É um pré-requisito obrigatório. Em outras palavras, todo dublador é também um ator. 

https://ask.fm/maccjf 

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Amanhã à tarde, postarei as capas de minhas próximas doze revistas!

Inclusive e principalmente, já comecei a pré-produção delas todas!

Nesta semana, catalogarei meus novos materiais de desenho!

Não percam a atualização!

Atualizada a postagem da relação completa de revistas e livros editados com doze novas revistas.

Leiam bem aqui: http://saviochristi3.blogspot.com/2017/02/relacao-completa-de-revistas-e-livros.html!

Atualizada a postagem da bibliografia inteira dos Amigos do Universo com dez novas edições e diversas correções e melhorias nas sinopses de edições mais antigas.

Leiam bem aqui: http://saviochristi3.blogspot.com/2017/01/os-amigos-do-universo-bibliografia.html!

Atualizada a postagem anterior com uma informação adicional na parte que diz "Criado por:".

Leiam bem aqui: http://saviochristi3.blogspot.com/2017/04/ficha-do-ciber-soldado.html!

Ficha do Ciber-Soldado.

Simão "Si" Bernético é um combatente que sofreu muitos danos irreparáveis durante um combate.

O resultado disso foi que a parte direita de seu corpo foi substituída por metal e sua memória foi apagada, para não divulgar como foi o procedimento da recuperação de seu corpo.

Seu chefe é o Almirante, seu veículo é o Tanque de Guerra e suas duas maiores aflições são o fato de não saber quem, o que é como é e de onde veio e idolatrar fortemente a atriz e cantora Ingrid Matiello e ela nem sequer reparar em sua existência.

Alguns dados relevantes:

Real nome: Simão "Si" Bernético.

Primeira aparição: série de quadrinhos O Ciber-Soldado (desde 2010 e na edição 01, O Ciber-Soldado 1 – Um Combatente Bem Diferente).

Última aparição: vaga.

Criado por: Sávio Christi (desenhista, escritor e roteirista) em homenagem ao Rambo e RoboCop.

Idade: 32 anos.

Relações mais íntimas e próximas: Senhor e Senhora Bernético (pais), Almirante (chefe e superior hierárquico) e Keila Franceschetti (amiga em comum com a atriz e cantora Ingrid Matiello e melhor amiga desta última).

Ocupações: combatente do Exército Brasileiro e super-herói (geralmente) e patrulheiro espacial (ocasionalmente).

Arqui-inimigo: Assassino Perigoso.

Base de operações: Atualópolis, Barafúndia, Brasil.

Situação atual: vivo, porém, com partes de seu corpo permanentemente danificadas, além de solteiro e sem filhos.

Principais características: combatente híbrido entre militar e máquina, bastante experiente e habilidoso em combate e afeição não correspondida pela atriz e cantora Ingrid Matiello.

Conhecido também como: o Herói Híbrido.

Afiliações: a equipe de patrulheiros espaciais os Amigos do Universo (conhecida também como os Detetives Espaciais), a dupla de birutas espaciais Tião Cometa e Asteroide (conhecida também como os Malucos Espaciais) e a equipe de heróis interplanetários os Defensores Espaciais (conhecida também como os Recrutas Interplanetários).


Conexões de continuidade: séries de quadrinhos Os Amigos do Universo (desde 2003), Um Conto dos Amigos do Universo (desde 2007), edições especiais dos Amigos do Universo (desde 2008), A Princesa Astral (desde 2010), Os Detetives Espaciais (desde 2011), Tião Cometa e Asteroide (desde 2011), Arigatô aos Amigos do Universo (em estilo mangá) (desde 2016), Olá aos Amigos do Universo (um reboot da franquia) (desde 2017) e Os Defensores Espaciais (2017), livro Os Corajosos Amigos do Universo – Uma Equipe de Heróis Bem Especiais (de 2016) e spin-offs dos Amigos do Universo (de 2017).

terça-feira, 25 de abril de 2017

Atualizada a postagem anterior com a adição de um link mais antigo.

Eis a postagem original atualizada: http://saviochristi3.blogspot.com/2017/04/novas-edicoes-dos-amigos-do-universo.html!

Novas edições dos Amigos do Universo para 2018.

Os Amigos do Universo 12 – Os Fantasmas Alienígenas (fevereiro de 2018). Desta vez, os Detetives Espaciais deverão enfrentar um grupo de alienígenas fora do comum... Mas eles terão uma ajudinha extra... Ou melhor, três!

Um Conto dos Amigos do Universo 13 – Uma Aventura Embaixo d'Água (fevereiro de 2018). Curiosos e misteriosos alienígenas fazem com que nossos heróis precisem atravessar o Oceano Atlântico, convertendo seu veículo de atividade, Cruzador Cósmico em um submarino!

Arigatô aos Amigos do Universo – Uma Estadia na Terra do Sol Nascente (edição especial 15) (em estilo mangá) (fevereiro de 2018). O governo japonês tem uma improvável e inusitada missão para nossa equipe de patrulheiros espaciais, algo que envolve alienígenas... Agora, agentes federais japoneses serão seus novos aliados!

A Princesa Astral 5 – O Colecionador de Coroas (março de 2018). A Princesa Astral e Dona Saturdia devem impedir um maníaco de roubar a coroa da primeira... Só que essa tarefa não será nada simples, já que esse sujeito tem uma série de truques na manga!

O Ciber-Soldado 2 – O Combatente Está de Volta (O Filme do Ciber-Soldado, Partes 1 e 2 e Uma Missão Alienígena) (março de 2018). Primeira história: o irreverente e fracassado Joel Comar o Cineasta deseja fazer um filme sobre o Herói Híbrido... Quais serão as reais chances de isso dar certo? Segunda história: um súbito caso extraterrestre coloca mais uma vez os Detetives Espaciais e o Herói Híbrido em trabalho em conjunto!

Os Detetives Espaciais 3 – O Perigo na Terra Inversa (março de 2018). Agora, sim, os Amigos do Universo precisarão resolver um grande e grave problema na mesma realidade alternativa de onde vêm suas contrapartes malignas: os Inimigos do Inverso!

Tião Cometa e Asteroide 2 – Ajudando Alguns Amigos em Perigo (abril de 2018). Uma repentina e súbita ação maligna da parte de alguns vilões faz com que os Malucos Espaciais precisem resgatar, ao mesmo tempo, os Detetives Espaciais, o Herói Híbrido e os Recrutas Interplanetários!

Arigatô aos Amigos do Universo 3 – Uma Aliança Fora de Série (em estilo mangá) (abril de 2018). Depois da aliança com o Veredicto e o Flama para resgatar a Mariazinha, chega outro super-herói de fora no pedaço: o Bucha e ele vem ajudar a equipe contra novos invasores alienígenas, aliados ao arqui-inimigo do super-herói convidado: o Zebra. Bucha e Zebra criados por Samuel Bono. Direitos de nomes e imagens gentilmente cedidos.

Olá aos Amigos do Universo 2 – A Possessão dos Colaboradores (um reboot da franquia) (abril de 2018). O Professor Sidéreo e Galac & Tico os Policiais são possuídos por alienígenas malignos e cabe a nossos veteranos agentes darem conta do recado agora!

Os Defensores Espaciais 2 – Os Recrutas Temporários (abril de 2018). Para uma nova missão, são recrutados o Ciber-Soldado e Tião Cometa e Asteroide sob a supervisão do Comandante Gálax, chefe dos Amigos do Universo, quem também estão na trama!

Edições dos Amigos do Universo por série.

Os Amigos do Universo (desde 2003, edições 01 a 12): O Roubo do Museu Gálaco, O Ataque ao Banco Estelar, O Caso da Mansão Muchi Mônei, O Sumiço do Professor Sidéreo, A Vinda do Cosmo Júnior, Os Amigos do Universo, A Missão na Barreira do Tempo, O Sequestro de Cosmolina, As Férias do Capitão Cosmo, A Volta do Doutor Espacional, O Mistério Cartunesco e Os Fantasmas Alienígenas.

Galeria de personagens dos Amigos do Universo (de 2003, edições 01 e 02): Os Amigos do Universo – Galeria de Personagens dos Amigos do Universo – Versão 1.0 e Galeria de Personagens dos Amigos do Universo – Versão 2.0.

Um Conto dos Amigos do Universo (desde 2007, edições 01 a 13): O Resgate de Misse Celesta, As Novas Recrutas, O Vírus Voltaico, A Catapora Venusiana I, A Catapora Venusiana II, Uma Visita de Outro Futuro, Cadê a Dupla Tião Cometa e Asteroide?, O Espelho da Perdição, O Casamento do Vagaroso, O Espelho da Perdição, A Sabotagem Fílmica, O Teleporte Intertemporal I, Uma Revelação Bem Inusitada e Uma Aventura Embaixo d'Água.

Edições especiais dos Amigos do Universo (desde 2008, edições 01 a 15): Sávio o Desenhista – Um Passeio pelos Próprios Quadrinhos, Capitão Cosmo e Marck o Marciano em: A Corrida para Salvar a Terra, A Mulher-Roliça e a Gata Mascarada – A Clonagem Cibernética, Tião Cometa e Asteroide – Em Busca da Galáxia Ecológica, A Besteirada Cósmica: A Colisão de Duas Realidades, O Reencontro Espacial: A Unificação das Duas Realidades, O Cruzamento Explosivo: A Recolisão das Realidades, A Maldição Apocalíptica: Apresentando Albert & Einstein, Os Amigos do Universo, Os Romanoz e Outros Universos do Mesmo Autor..., Os Amigos do Universo – Quem Apagou o Capitão Cosmo?, Os Amigos do Universo e os Romanoz – Trocando os Mundos, Amigos do Universo e o Ciber-Soldado – A 3°. Guerra Espacial, Arigatô aos Amigos do Universo – Um Momento Tragipoético! (em estilo mangá), Arigatô aos Amigos do Universo – O Plágio Interplanetário! (em estilo mangá) e Arigatô aos Amigos do Universo – Uma Estadia na Terra do Sol Nascente (em estilo mangá).

A Princesa Astral (desde 2010, edições 01 a 05): Os Ladrões de Almas, A Invasão dos Esferulanos, O Teleporte Intertemporal II, O Construtor de Espelhos e O Colecionador de Coroas.

O Ciber-Soldado (desde 2010, edições 01 e 02): O Ciber-Soldado – Um Combatente Bem Diferente (Eu Me Chamo Ciber-Soldado!, Um Assassino Bem Perigoso... e Dicas para Ser Ótimo Soldado) e O Ciber-Soldado 2 – O Combatente Está de Volta (O Filme do Ciber-Soldado, Partes 1 e 2 e Uma Missão Alienígena).

Os Detetives Espaciais (desde 2011, edições 01 a 03): A Raptura Pré-Histórica, Um Sequestro do Barulho e O Perigo na Terra Inversa.

Tião Cometa e Asteroide (desde 2011, edições 01 e 02): Uma Viagem para Osíris e Ajudando Alguns Amigos em Perigo.

Arigatô aos Amigos do Universo (em estilo mangá) (desde 2016, edições 01 a 03): A Ameaça de Ninjato, Versão 1, A Ameaça de Ninjato, Versão 2, Quando as Equipes Colidem! e Uma Aliança Fora de Série.

Livro baseado nas primeiras quatro séries dos Amigos do Universo (de 2016, volume único): Os Corajosos Amigos do Universo – Uma Equipe de Heróis para Lá de Especiais.

Spin-offs dos Amigos do Universo (de 2017, edições 01 a 04): Senhor Lunes – Ampliando os Negócios até que Ponto?, Vagaroso e Vagalume e Ingrid Matiello – Um Espetáculo à Flor da Pele!, Edição 1 de 2, Vagaroso e Vagalume e Ingrid Matiello – Um Espetáculo à Flor da Pele, Edição 2 de 2 e Vagaroso e Vagalume e Ingrid Matiello – Aventuras Além do Espaço (Empresários em Guerra, Cosmolina, Rúbia e Keila Fora de Si e O Sucesso na Terra Inversa).

Olá aos Amigos do Universo (um reboot da franquia) (desde 2017, edições 01 e 02): A Captura da Senhora Gálax e A Possessão dos Colaboradores.

Os Defensores Espaciais (desde 2017, edições 01 e 02): Levando o Treinamento Adiante e Os Recrutas Temporários.

Como Surgiram as Sequências, Spin-Offs e Reboot dos Amigos do Universo.

Era o ano de 2003 e eu procurava uma nova ideia para transitar entre minhas criações como personagens e histórias fictícias. Pensei então em misturar aventuras espaciais e histórias de detetive, subgêneros de meus dois gêneros narrativos favoritos: policial aventura, com os quais tanto me identifico.

Foi daí que surgiu a ideia para a série de quadrinhos Os Amigos do Universo, estrelada por uma equipe de patrulheiros espaciais. A série original, com 68 páginas por edição me permitiu explorar todo meu potencial criativo intelectual.

Os enredos vinham e voltavam de vento em polpa, até que não aguentava mais desenhar, escrever e roteirizar histórias tão longas. O tempo foi se passando, e, no ano de 2007, decidi, para não reduzir a quantidade de páginas da série original, algo que seria péssimo para os negócios, decidi fazer uma sequência com 36 páginas por edição: Um Conto dos Amigos do Universo.

No ano de 2010, por sua vez, decidi que uma de suas agentes justificava e merecia a própria série exatamente por ser a mais desobediente, irritante e teimosa da equipe: A Princesa Astral.

Para reunir a equipe de volta, no ano de 2011, surgiu outra sequência: Os Detetives Espaciais.

E a última sequência original surgiu no ano de 2016, em estilo mangá, para atrair um maior público: Arigatô aos Amigos do Universo.

Depois disso, no ano de 2017, decidi fazer alguns spin-offs da franquia, aproveitando os coadjuvantes mais autênticos, carismáticos e expressivos de toda a franquia: Senhor Lunes – Ampliando os Negócios até que Ponto?, Vagaroso e Vagalume e Ingrid Matiello – Um Espetáculo à Flor da Pele!, Edição 1 de 2, Vagaroso e Vagalume e Ingrid Matiello – Um Espetáculo à Flor da Pele!, Edição 2 de 2 e Vagaroso e Vagalume e Ingrid Matiello – Aventuras Além do Espaço (Empresários em Guerra, Cosmolina, Rúbia e Keila Fora de Si e O Sucesso na Terra Inversa) (observação: embora o empresário e comerciante Senhor Lunes e a dupla musical Vagaroso e Vagalume e Ingrid Matiello realmente pertençam ao universo de personagens dos Amigos do Universo, a atriz e cantora Ingrid Matiello pertence ao universo de personagens do Ciber-Soldado, uma das três séries de quadrinhos relacionadas e dependentes da franquia).

Também no ano de 2017, por sugestão de um amigo e colega de profissão, Richardee, decidi que sairia um reboot da franquia, com textos e desenhos renovados: Olá aos Amigos do Universo.


Ainda fazem parte da franquia a galeria de personagens dos Amigos do Universo (Os Amigos do Universo – Galeria de Personagens – Versão 1.0 e Os Amigos do Universo – Galeria de Personagens – Versão 2.0, do ano de 2003), as edições especiais dos Amigos do Universo (edições a par das numerações regulares e com conteúdos bem variados, desde o ano de 2008), O livro baseado nas primeiras quatro séries (Os Corajosos Amigos do Universo – Uma Equipe de Heróis para Lá de Especiais, do ano de 2016) e as três séries de quadrinhos relacionadas e dependentes (O Ciber-Soldado, do ano de 2010, Tião Cometa e Asteroide, do ano de 2011 e Os Defensores Espaciais, do ano de 2017, a primeira contendo três histórias completas ou uma história completa em duas partes e uma história completa em uma parte e surgida como homenagem ao Rambo e RoboCop e a terceira com enredo não relacionado aos filmes Os Sete Samurais e Sete Homens e Um Destino).

O Universo Compartilhado dos Amigos do Universo.

Como vocês já devem saber, os Amigos do Universo surgiram no ano de 2003, quando iniciei a série original, cujo título é, justamente, os Amigos do Universo.

No mesmo ano, surgiram Tião Cometa e Asteroide, mas eles ainda não haviam estreado em nenhuma história, somente em meados da série Um Conto dos Amigos do Universo, do ano de 2007 foi que eles estrearam. Eu na verdade planejei a estreia deles no piloto da própria série, Tião Cometa e Asteroide – A Aposta Lotérica, só que comecei produzindo essa edição e ela sumiu dentro de casa e desanimei a recomeçá–la. Somente no ano de 2011 que estreou a série Tião Cometa e Asteroide, logo após a estreia da série Os Detetives Espaciais, sendo que eles também já estrearam a própria edição especial, Tião Cometa e Asteroide – Em Busca da Galáxia Ecológica.

Nesse meio tempo, o Ciber-Soldado, criação minha de 2008 estreou a própria série no ano de 2010, O Ciber-Soldado realmente, mesmo ano em que estreou a série A Princesa Astral. Havia criado o Ciber-Soldado apenas para homenagear o Rambo e RoboCop, mas vi que o pessoal já estava gostando bastante dele e eu então o transportei para meus quadrinhos. Desde a edição especial Os Amigos do Universo e o Ciber-Soldado – A 3°. Guerra Espacial que a série O Ciber-Soldado passou a ser considerada subsérie dos Amigos do Universo. Ele também estrelaria a edição especial O Ciber-Soldado – Que a Força Esteja em Suas Mãos!, só que ela foi para a lixeira por engano.

A última série dependente dos Amigos do Universo foi Os Defensores Espaciais, cujo piloto é Os Defensores Espaciais – Uma Invasão Alienígena Bem Sinistra, que estreou no ano de 2017, um ano após ter estreado a série Arigatô aos Amigos do Universo (em estilo mangá) e no mesmo ano em que estreou a série Olá aos Amigos do Universo (um reboot da franquia, com textos e desenhos renovados). A ideia surgiu em 2009, só que por motivos pessoais, o projeto foi inteiramente e totalmente adiado, até tomar forma em caráter conclusivo, decisivo e definitivo. Enredo não relacionado aos filmes Os Sete Samurais e Sete Homens e Um Destino.


Também fazem parte do Universo Compartilhado dos Amigos do Universo a galeria de personagens dos Amigos do Universo (do ano de 2003 e em duas versões diferentes: Os Amigos do Universo – Galeria de Personagens – Versão 1.0 e Os Amigos do Universo – Galeria de Personagens – Versão 2.0), as edições especiais dos Amigos do Universo (desde 2008, a par das numerações regulares e com temas bem variados), o livro baseado nas primeiras quatro séries dos Amigos do Universo (do ano de 2016, Os Corajosos Amigos do Universo – Uma Equipe de Heróis para Lá de Especiais) e os spin–offs dos Amigos do Universo (de 2017, Senhor Lunes – Ampliando os Negócios até que Ponto?, Vagaroso e Vagalume e Ingrid Matiello – Um Espetáculo à Flor da Pele!, Edição 1 de 2, Vagaroso e Vagalume e Ingrid Matiello – Um Espetáculo à Flor da Pele, Edição 2 de 2 e Vagaroso e Vagalume e Ingrid Matiello – Aventuras Além do Espaço (Empresários em Guerra, Cosmolina, Rúbia e Keila Fora de Si e O Sucesso na Terra Inversa), sendo o empresário e comerciante Senhor Lunes e a dupla musical Vagaroso e Vagalume personagens dos Amigos do Universo e a atriz e cantora Ingrid Matiello personagem do Ciber-Soldado).

Bibliografia dos Amigos do Universo.

A equipe de patrulheiros espaciais os Amigos do Universo luta contra muitos vilões em diferentes cenários da geografia, astronomia e espaço e também é conhecida como sendo os Detetives Espaciais, tendo o Comandante Gálax como seu chefe, o Professor Sidéreo e Galac & Tico os Policiais como seus colaboradores e Logus Mícron como seu banco de dados.

Série de quadrinhos original, galeria de personagens, sequências, edições especiais e livro baseado nas primeiras quatro séries (policial e aventura):


Os Amigos do Universo (desde 2003, 68 páginas): Os agentes Capitão Cosmo, Marck o Marciano, KX9 o Robô, Estela a Cadela, Princesa Astral, Misse Celesta e Cosmo Júnior formam uma equipe de patrulheiros espaciais e percorrem inúmeros cenários da geografia, astronomia e espaço atrás de vilões, geralmente, com a ajuda de seu chefe, Comandante Gálax, seus colaboradores, Professor Sidéreo e Galac & Tico os Policiais e seu banco de dados, Logus Mícron. Conhecida também como os Detetives Espaciais.


Os Amigos do Universo  Galeria de Personagens (de 2003, 36 páginas): Galeria ilustrada contendo os primeiros heróis, vilões e coadjuvantes da equipe nas versões 1.0 e 2.0.


Um Conto dos Amigos do Universo (desde 2007, 36 páginas): Aventuras menores dos veteranos agentes, com novos desafios e a novata agente Madame Íris como parte da equipe. A partir dessa série, passam a ser comuns crossovers com outros universos de personagens de minha autoria.


Edições especiais dos Amigos do Universo (desde 2008, 36 páginas): Edições a par das numerações regulares e com temas bem variados.


A Princesa Astral (desde 2010, 36 páginas): Quando toda a equipe ganha férias da parte do Comandante Gálax, uma de suas agentes decide seguir com suas aventuras, rumando para uma distante e desconhecida dimensão, onde conhece a novata agente Dona Saturdia.


Os Detetives Espaciais (desde 2011, 36 páginas): Os heróis retornam de suas férias e admitem Dona Saturdia como sua mais nova agente.


Arigatô aos Amigos do Universo (desde 2016, 36 páginas): O Cruzador Cósmico, veículo de atividade da equipe faz uma aterrissagem forçada em Niponeia, planeta cujos nativos admiram e apreciam bastante a cultura japonesa da Terra e os heróis devem se adaptar ao novo terreno até poderem ir embora. Em estilo mangá.


Os Corajosos Amigos do Universo  Uma Equipe de Heróis para Lá de Especiais (de 2016, 55 páginas): Os heróis devem lutar contra suas malignas contrapartes, vindas da Terra Inversa, uma dimensão alternativa, ao mesmo tempo em que uma nova e perigosa vilã passa a liderar os maiores vilões de toda a equipe, que se tornam a própria nova equipe.


Spin-offs e reboot da franquia (36 páginas):


Senhor Lunes  Ampliando os Negócios até que Ponto? (de 2017, drama e aventura): Os negócios no Antícua Antiquário não vão nada bem, o que leva o empresário e comerciante Senhor Lunes, personagem coadjuvante dos Amigos do Universo a assinar um exclusivo contrato com a empresa multiespacial Anos-Luz Distribuidora e Fornecedora sem pensar nas possíveis consequências negativas.


Vagaroso e Vagalume e Ingrid Matiello  Um Espetáculo à Flor da Pele!, Edição 1 de 2 (de 2017, musical e aventura): A dupla musical Vagaroso e Vagalume, personagens coadjuvantes dos Amigos do Universo e a atriz e cantora Ingrid Matiello, personagem coadjuvante do Ciber-Soldado decidem fazer um espetáculo no planeta Varginha, onde determinados vilões os esperam.


Vagaroso e Vagalume e Ingrid Matiello  Um Espetáculo à Flor da Pele!, Edição 2 de 2 (de 2017, musical e aventura): O trieto deve lutar e batalhar para sobreviver no planeta Varginha em meio aos vilões que tanto querem eliminá-los.


Vagaroso e Vagalume e Ingrid Matiello – Aventuras Além do Espaço (de 2017, musical e aventura): Empresários em Guerra (os empresários da dupla e da atriz e cantora se desentendem e cabo ao trieto consertar a situação toda), Cosmolina, Rúbia e Keila Fora de Si (Cosmolina Hajato, Rúbia Abanica e Keila Franceschetti, respectivamente, esposas da dupla e melhor amiga da cantora começam a agir de forma bem estranha e o trieto decide investigar) e O Sucesso na Terra Inversa (o trieto é convidado a se apresentar em uma realidade alternativa, onde todos os que deveriam ser bons passaram a ser maus e vice-versa).


Olá aos Amigos do Universo (desde 2017, policial e aventura): Equipe de patrulheiros espaciais, cujos agentes são o Capitão Cosmo, Marck o Marciano, KX9 o Robô, Estela a Cadela, Princesa Astral e Misse Celesta e que percorre bastantes cenários da geografia, astronomia e espaço atrás de uma boa quantidade de vilões e tendo o Comandante Gálax como seu chefe e o Professor Sidéreo e Galac & Tico os Policiais como seus colaboradores. Conhecida também como os Detetives Espaciais. Com textos e desenhos renovados.


Séries de quadrinhos relacionadas e dependentes da franquia (36 páginas):


O Ciber-Soldado (desde 2010, ação e aventura): Combatente híbrido entre militar e máquina que sofreu danos irreversíveis na parte direita de seu corpo e teve a memória apagada para não divulgar como foi seu processo de recuperação, tendo como seu chefe o Almirante. Conhecido também como o Herói Hibrido. Homenagem ao Rambo e RoboCop. Contém três histórias completas ou uma história completa em duas partes e uma história completa em uma parte por edição.


Tião Cometa e Asteroide (desde 2011, comédia e aventura): Dupla de birutas espaciais que vive no meio do espaço, buscando levar uma vida pacífica, sossegada e tranquila e sempre se metendo em confusões e encrencas. Conhecida também como os Malucos Espaciais.


Os Defensores Espaciais (desde 2017, ficção científica e aventura): Sete humanos são recrutados pelo Doutor Etalien Parsário para deterem uma invasão a seu planeta, Nscbu da parte do vizinho, Nyanjuf e os escolhidos passam a ser treinados como uma nova equipe de heróis interplanetários, eis seus nomes: Reverendo Josefo Santapaz, Marcílio Pistoler, Ramiro Ruela, Senhora Rufina Rabuja, Reinaldo Vistório, Raimundo Alegrino e Senhora Elvira Tempobom. Conhecida também como os Recrutas interplanetários. Enredo não relacionado aos filmes Os Sete Samurais e Sete Homens e Um Destino.