sexta-feira, 30 de junho de 2017

Informe publicitário ilustrado Porque assistir aos vídeos da série Sávio Christi: História em quadrinhos em foco


Conversei com meus amigos no último domingo e eles virão fazer as filmagens aqui em casa no próximo, ou seja, no dia 02/07/2017.

Aproveito para poder agradecer a todos os inscritos em meu novo canal do YouTube, tanto os anteriores quanto os posteriores!

A propósito: não vim aqui agredir e atacar ninguém, nem ser agredido e atacado por ninguém, mas uma colega desenhista veio me dizer que não posso chamar um cartoon se realismo...

Não sei se ela se referiu ao cartum original, publicado em jornais, revistas e livros ou à animação americana, que se chama animated cartoon, mas o fato é que os próprios comics e animated cartoon americanos podem ser mais caricatos ou mais realistas dependendo do (s) autor (es)!

De qualquer forma, também existem desenhos de caricatura e realismo a par da história em quadrinhos e da animação sem vínculos diretos e indiretos!

Mais textos para o livro Os Romanoz 7 - Visitando a Venezuela e Guianas.


Bem, aqui estão mais algumas poesias e letras musicais para o dito livro!

E podem ver que, ultimamente, minhas letras musicais têm tendido muito mais para religiosas ou de rock...

Não sei se é porque ando demais para baixo para compor qualquer outro gênero musical ou se é porque minha capacidade criativa e intelectual também não tem andado lá essas coisas, mas estão aí uma letra musical religiosa e uma letra musical de rock, mais duas poesias.

Agora, quanto ao livro, como vocês já sabem, será uma homenagem à Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa, que são os quatro países (ou departamento ultramarino no caso da última) mais pobres e desvalorizados da América do Sul.

Sinopse: Rômulo (guitarra), Remo (bateria), Romão (microfone / vocal) e Renata (flauta) Romano são convidados para uma turnê pelos quatro países mais pobres e desvalorizados da América do Sul: a Venezuela, Guiana, Suriname e Guiana Francesa (ou departamento ultramarino no caso da última). O que eles não imaginam é que um novo e misterioso vilão, aliado a dois vilões mais antigos e conhecidos pretende eliminar os quatro de vez! Como será que a Maior Banda Musical do Pedaço se livrará dessa situação toda?

Demétrio Doidão o Derramador, de volta ao armamento clássico.

Sinceramente, não sei o que "vocês" têm contra minha pessoa: parece-me que sou alguém mentiroso, arrogante e egoísta, como se "todos os outros" detivessem todo o conhecimento do universo e o talento dos maiores e melhores desenhistas da humanidade e eu fosse, "somente", mais um nome, entre tantos outros na multidão!

Recentemente mesmo, por exemplo, bloqueei uma desenhista e uma escritora, porque, para elas, os pensamentos e sentimentos delas são os únicos que valem e contam e os meus são vácuos e nulos, fora que elas ainda vieram me dar ordens e comandos com bastante raiva e ofensa e a primeira também me disse que sou igual a todos os outros homens!

Fora um (outro) desenhista, que veio atestar que meus desenhos possuem conotações sexuais, detalhe que ele me disse que não fez nada de errado, nem por mal, quero saber o que tem a ver um mero, puro e simples desenho com relações sexuais, acho que sou ingênuo e leigo demais quanto a isso!

Desculpem-me pelo relato, só que parece que sou o menor e pior dos seres e o maior e pior criminoso e pecador de todos os tempos!

E quanto ao desenho, o assassino sanguinário Demétrio Doidão o Derramador (vocês já sabem: Demétrio Dantes Damasceno, que teve o pai assinado por marginais aos seis anos e se tornou um novo bandido após adulto, já estando com vinte e um anos) utiliza uma espada, uma pistola e um revólver como armamento, fui trocá-lo por um silenciador, um disparador de pregos e uma adaga e não deu certo, voltei então ao armamento original.

quinta-feira, 29 de junho de 2017

As diferenças entre os quatro porquês e as quatro seções.

Definições originais minhas, caso queriam utilizar este texto, creditem a autoria a mim!

Por que é quando a pergunta é no começo ou meio da frase ou oração, por quê é quando a pergunta é no fim da frase ou oração, porquê é  o artigo o vem antes e a preposição de vem depois estando sozinha ou contraída e porque é a resposta. Em inglês, cada um dos três primeiros é why e o quarto é because.

Seção é uma divisão ou setor de uma empresa ou repartição, secção é uma divisão de partes do corpo de um ser vivo e serciente, cessão é o ato de cessar ou encerrar algo ou alguém e sessão é um horário marcado com algo ou alguém para algum compromisso de lazer, estido ou trabalho. Em inglês, cada um dos três primeiros é departament e o último é session.

Eis um exemplo para cada caso: "Por que você fez isso?", "Você fez isso por quê?", "Qual o porquê de você ter feito isso?" e "Fiz isso porque fui imprudente e inconsequente!" (porquês) e "Aquela ali é a seção de brinquedos da loja!", "Cuidamos da secção do corpo do owciebte para a cirurgia!", "Fizemos a cessão desse caso aqui no tribunal!" e "Cancelei a sessão do cinema e confirmei a sessão do dentista!" (sessão).

Basicamente e resumidamente, são essas as explicações todas, isso para quem não sabia.

Porque razão Roberto Marinho não é o Walt Disney brasileiro (e isso não é um desrespeito à figura dele!).

Sinceramente, ainda não sei o que leva alguns escritores e jornalistas (tanto homens quanto mulheres!) a crerem que o que move o ser humano são seu dinheiro, influência e poder na realidade!

Direi então que Roberto Marinho não é o Walt Disney brasileiro porque ele não se consolidou direta ou indiretamente como sendo responsável por histórias em quadrinhos e animações, pelo que a verdadeira contraparte brasileira do criador do Mickey Mouse é o próprio Mauricio de Sousa, criador da Mônica!

A comparação entre ambos se dá pela qualidade técnica e visual de suas personagens e histórias, não por seus impérios!

As diferenças são que o próprio Walt nunca se envolveu diretamente com histórias em quadrinhos, nem se considerava muito bom como desenhista, nem criou tantas personagens, fora que ele começou com animações antes de partir para histórias em quadrinhos e o Mauricio desempenhou a ordem inversa!

A propósito: uma dessas escritoras e jornalistas me bloqueou no Facebook só porque ela insinuou que eu disse algo que não disse envolvendo uma das muitas comprovações e evidências de que as mitologias greco-romana e nórdica são exatamente a mesma!

Eu a corrigi por me comprometer e denegrir em público e ela decidiu me bloquear alegando que eu pergunto e não aceito as respostas, o caso foi que eu perguntei se alguém sabia que as mitologias greco-romana e nórdica são exatamente a mesma, usei os significados dos dias da semana em inglês e espanhol para comprovar e evidenciar a respeito e ela veio insinuar que minha pesquisa estava completamente errada, onde foi que ela leu que as traduções literais dos nomes sábado e domingo são Saturno e Lua, respectivamente?

Simplesmente comentei que sábado e domingo (Saturday e Sunday em inglês e sábado e domingo também em e espanhol) representam os dias de Saturno e do Sol, respectivamente em ambas as culturas derivadas da grega (a romana e a nórdica), muito embora essa mulher também esteja correta em afirmar que sábado vem de Sabbath, dia de descanso sagrado dos judeus e que domingo vem de Domenico, dia de descanso sagrado do Senhor, mas não estou a fim de falar dessa pessoa (até porque, ela uma vez clicou em responder e enviar a uma postagem minha dizendo ser um texto longo demais!)!

Problemas recorrentes com usuários do Yahoo! Respostas atrasaram bastante a produção de quadrinhos e livros meus...

Só que darei uma retomada definitiva amanhã cedo!

Amanhã cedo, estou para postar novas poesias e letras musicais.

Inclusive e principalmente, já possuo algumas delas já definidas na cabeça!

Atualizada minha lista de materiais de desenho com novos lápis de cor.

Adicionei os lápis de cor e lápis de cor metálicos da marca Norma, leiam bem aqui:
http://saviochristi3.blogspot.com/2017/03/minha-lista-de-materiais-de-desenho-2017.html!

A minissérie de quadrinhos DC vs. Marvel é canônica? Isso é, faz parte da continuidade normal dos dois mundos?

Cheguei à conclusão de que ela faz, sim e foi pelos seguintes motivos:

1) O Acesso, que foi criado apenas para esse arco de histórias foi mencionado diretamente em uma edição normal do Lanterna Verde pelo próprio protagonista do gibi, ou seja, o Lanterna Verde mesmo.

2) Existe uma edição normal do Homem-Aranha em que Clark Kent, Lois Lane e Jimmy Olsen fazem uma aparição especial.

3) O Homem-Aranha foi mencionado indiretamente por Velma Dinkley no filme de animação Scooby-Doo: A Máscara do Falcão Azul, quando ela diz que não entende como alguém pode ganhar superpoderes apenas sendo picado por uma aranha radioativa, sendo que as criações da Hanna-Barbera e DC Comics pertencem à mesma empresa (Warner Bros.) e já se cruzaram muitas vezes.

4) Da mesma forma que a Warner Bros. é dona da DC Comics, a Disney é dona da Marvel Comics, e, de acordo com o filme de animação e live-action Uma Cilada para Roger Rabbit, as criações da Disney e Warner Bros. estão no mesmo universo fictício, o que, portanto, não impede as subsidiárias de cada uma de, igualmente, estarem na mesma cronologia oficial.

E bom, alguém aqui é capaz de me convencer de que os eventos de DC vs. Marvel: O Conflito do Século não são oficiais?

A propósito: não considero e estimo essa minissérie como sendo tão ruim assim, nem como tão boa a bem da verdade, ainda estou para ler Novos Titãs e X-Men e Liga da Justiça e Vingadores para ver se me agradam e interessam muito mais e melhor mesmo!

Estou ficando desanimado... Se vocês, como desenhistas, passassem pelo mesmo do que eu, também não ficariam? Leiam o resto e me respondam:

Bem, tenho postado meus desenhos no Facebook e muitos desenhistas têm reclamado que posto textões (o tamanho de meus textos é definido de acordo com o que possuo a dizer, não de acordo com o que os outros acham que devo escrever!) e me fazendo observações críticas demais para meu gosto e tempero (muitos vêm me dizer que faço propaganda enganosa de meus desenhos, como se eu fosse alguém tão ingênuo e leigo no assunto ou que cometo erros demais a nível técnico e visual, como se eu não soubesse o que é um desenho e como ele funciona exatamente!)!

Mas afinal de contas, será que eles gostam ou não de meus desenhos na realidade?

Eu mesmo, por exemplo, não comprometo e denigro o trabalho dos artistas e esportistas de que não admiro e aprecio, nem autoafirmo, autopromovo, dito e imponho que todos devam pensar e sentir igual!

Posso não deter todo o conhecimento do universo, nem todo o talento dos maiores e melhores desenhistas da humanidade, só que detenho decência, dignidade e honra e isso não é para tantos seres ditos humanos na realidade!

A propósito, se possível, inscrevam-se em meu canal do YouTube, meus vídeos sairão de vez neste domingo: https://www.youtube.com/channel/UCUfAyDekYHgGcho6RuZKAHw.

Divulgação alternativa da história completa Arigatô aos Amigos do Universo - O Plágio Interplanetário!

Não sei qual é a de muitos de vocês: vêm me dizer que posto textões, que faço propaganda enganosa de meus desenhos e que cometo erros demais a nível técnico e visual de meus desenhos... Afinal, vocês gostam ou não de meus desenhos? Eu mesmo não comprometo e denigro o trabalho dos artistas e esportistas de que não admiro e aprecio, nem autoafirmo, autopromovo, dito e imponho que todos devam  pensar e sentir igual na verdade!

Mas como não vim aqui ser alvo de censura e condenação, nem quero que outros o sejam, iremos logo de vez ao desenho: Arigatô aos Amigos do Universo - O Plágio Interplanetário! é uma edição especial da série de quadrinhos Arigatô aos Amigos do Universo (em estilo mangá) e um crossover com os cantores, compositores e escritores do mundo real Luiz Motta e Ricardo Aquino, o próprio Luiz se emocionou demais com a homenagem de surpresa, Isso, sim é que é amizade verdadeiramente!

Sinopse: Os cantores, compositores e escritores Luiz Motta e Ricardo Aquino, do planeta Terra estão sendo vítimas de plágio em muitos outros planetas... Agora, somente um time de heróis poderá ajudá-los: os agentes da equipe de patrulheiros espaciais os Amigos do Universo! Luiz Motta e Ricardo Aquino. Direitos de nomes e imagens gentilmente cedidos.

quarta-feira, 28 de junho de 2017

A Caça-Manés e Valdomiro Valpardo, personagens das séries Albert & Einstein, A Dupla do Barulho, Os Romanoz e Albert & Einstein e os Romanoz em Amerimanga.

Bom, primeiro, considerei e estimei por bem pedir desculpas por dar uma resposta ignorante a uma colega desenhista: ela me fez uma pergunta tão simples e inocente que não havia motivo e necessidade em tratá-la com grosseria!

Aproveito para poder lhes comentar que, da mesma exata forma que compreendo e concordo que vocês merecem um grande e ótimo tratamento de minha parte, eu próprio mereço igual vindo de vocês: por isso mesmo, não gosto que me venham reclamar que posto textões (o tamanho de meus textos é definido de acordo com o que possuo a dizer e não obrigo ninguém a lê-los, muito menos, se forem postados em caráter público!), nem que me façam observações críticas demais do nada e sem mais nem menos (como muitos que aparecem para dizer que faço propaganda enganosa de meus desenhos como se eu fosse alguém tão ingênuo e leigo assim, ou mesmo que cometo erros demais a nível técnico e visual como se eu não soubesse o que é um desenho e como ele funciona na realidade!)!

Quanto a este desenho, ele apresenta a Caça-Manés, personagem que estreou no livro Os Romanoz e Albert & Einstein - A Permutação Cósmica e retornou na coletânea As Novas Tiras Cômicas, Charges e Cartuns de Albert & Einstein e Sua Turma já com o nome em espanhol de la Cazaballetas e Valdomiro Valpardo, que ainda não estreou nos quadrinhos e livros por ter surgido agora. Ambos serão vistos juntos nas edições 0 e 1 da série de quadrinhos Albert & Einstein e os Romanoz em Amerimanga (em estilo mangá e uma sequência direta das séries de quadrinhos Albert & Einstein e A Dupla do Barulho e da série de livros Os Romanoz, sendo que já estou estudando a possibilidade de reunir a dupla e a banda em determinadas histórias).

A Caça-Manés é uma garota que coleciona autógrafos de todos os manés que ela vê pela frente, sendo que seus ídolos são a dupla nonsense Albert & Einstein e a banda musical os Romanoz, mas nenhuma das duas partes vai com a cara dela. Ou seja, nada de autógrafos para ela se depender da Dupla do Barulho e da Maior Banda Musical do Pedaço, só que ela não desiste de nada, nem de ninguém realmente.

E Valdomiro Valpardo é um músico (sambista), colega de classe dos estudantes mais birutas de tudo o município de Atualópolis e colega de profissão dos músicos mais quentes de todo o município de Armenópolis. É alguém que costuma descarregar frustrações pessoais e engrossar e acabar com as pessoas, ele até busca se controlar, mas nem mesmo suas inteiras e totais dedicação, empenho e esforço estão funcionando.

Não entendo muito da gramática do alemão... Por isso, peço para que alguém me tire uma dúvida bem mais técnica... Leiam abaixo e me respondam:

Existem três estilos de história em quadrinhos e animação misturados (ou fundidos), que se chamam amerimanga, la nouvelle manga e americanime.

Amerimanga é a mistura entre os estilos da história em quadrinhos japonesa (mangá) e da história em quadrinhos americana (comics), la nouvelle manga é a mistura entre os estilos da história em quadrinhos japonesa (mangá) e da história em quadrinhos franco-belga (bande dessinée) e americanime é a mistura entre os estilos da animação japonesa (anime) e da animação americana (animated cartoon).

A questão é: como já sei que o alemão exige iniciais maiúsculas em todos os substantivos, que amerimanga e americanime são substantivos resultantes das fusões do adjetivo American e dos substantivos manga e anime e que la nouvelle manga é uma locução substantiva resultante da sequência do artigo la e dos substantivos nouvelle e manga, esses termos levam ou não iniciais maiúsculas em alemão?

E no caso de la nouvelle manga em específico, a palavra que exerce a função do adjetivo é nouvelle ou manga?

Se possuírem fontes e referências, lembrem-se de apresentá-las e expô-las!
Bom, primeiro, considerei e estimei por bem pedir desculpas por dar uma resposta ignorante a uma colega desenhista: ela me fez uma pergunta tão simples e inocente que não havia motivo e necessidade em tratá-la com grosseria!

Aproveito para poder lhes comentar que, da mesma exata forma que compreendo e concordo que vocês merecem um grande e ótimo tratamento de minha parte, eu próprio mereço igual vindo de vocês: por isso mesmo, não gosto que me venham reclamar que posto textões (o tamanho de meus textos é definido de acordo com o que possuo a dizer e não obrigo ninguém a lê-los, muito menos, se forem postados em caráter público!), nem que me façam observações críticas demais do nada e sem mais nem menos (como muitos que aparecem para dizer que faço propaganda enganosa de meus desenhos como se eu fosse alguém tão ingênuo e leigo assim, ou mesmo que cometo erros demais a nível técnico e visual como se eu não soubesse o que é um desenho e como ele funciona na realidade!)!

Quanto a este desenho, ele apresenta a Caça-Manés, personagem que estreou no livro Os Romanoz e Albert & Einstein - A Permutação Cósmica e retornou na coletânea As Novas Tiras Cômicas, Charges e Cartuns de Albert & Einstein e Sua Turma já com o nome em espanhol de la Cazaballetas e Valdomiro Valpardo, que ainda não estreou nos quadrinhos e livros por ter surgido agora. Ambos serão vistos juntos nas edições 0 e 1 da série de quadrinhos Albert & Einstein e os Romanoz em Amerimanga (em estilo mangá e uma sequência direta das séries de quadrinhos Albert & Einstein e A Dupla do Barulho e da série de livros Os Romanoz, sendo que já estou estudando a possibilidade de reunir a dupla e a banda em determinadas histórias).

A Caça-Manés é uma garota que coleciona autógrafos de todos os manés que ela vê pela frente, sendo que seus ídolos são a dupla nonsense Albert & Einstein e a banda musical os Romanoz, mas nenhuma das duas partes vai com a cara dela. Ou seja, nada de autógrafos para ela se depender da Dupla do Barulho e da Maior Banda Musical do Pedaço, só que ela não desiste de nada, nem de ninguém realmente.

E Valdomiro Valpardo é um músico (sambista), colega de classe dos estudantes mais birutas de tudo o município de Atualópolis e colega de profissão dos músicos mais quentes de todo o município de Armenópolis. É alguém que costuma descarregar frustrações pessoais e engrossar e acabar com as pessoas, ele até busca se controlar, mas nem mesmo suas inteiras e totais dedicação, empenho e esforço estão funcionando.

Amigos, desta vez, juro que não vim aqui para causar e gerar polêmicas... Podem ler tudo e colaborar e participar?

Bem, já acertei com meus amigos para fazermos as filmagens de meus vídeos neste domingo, os roteiros já estão todos prontos, vai o link de meu canal do YouTube para novas inscrições mais uma vez: https://www.youtube.com/channel/UCUfAyDekYHgGcho6RuZKAHw.

Conversei com alguns colegas e recebi as sugestões de colocar uma música de fundo e fazer os próprios vídeos em si de uma forma bem diferente para torná-los muito mais atrativos.

Ainda estou pensando em como fazê-los exatamente e propriamente, alguém aqui me comenta algo dessas duas sugestões ou me sugere outra (s) coisa (s)?

O vídeo 1 de 5 continua sendo o mais aguardado, mas eu também continuo preferindo o vídeo 4 de 5.

A propósito: alguém aqui ainda acha que amerimanga, la nouvelle manga e americanime são coisas absurdas e bizarras, ou são como eu, que os considera e estima como sendo coisas excelentes e formidáveis, o que me dizem dessa questão toda também?

Quem aqui ainda é fã das séries de animação do Cartoon Network As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy e KND - A Turma do Bairro?

As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy é sobre um garoto retardado mental e uma garota maligna, que vencem o Ceifador Sinistro (Puro Osso) em uma aposta quando a Mandy trapaceia. Depois disso, o Puro Osso é forçado a ser o melhor amigo e escravo dos dois para sempre.

KND - A Turma do Bairro é sobre uma organização global de crianças, que luta contra a tirania dos adultos. Os principais agentes são os Números 1 a 5, localizados no Setor V.

Até já fizeram um crossover entre ambas as séries: As Terríveis Aventuras do KND.

Quando o que Você Faz Não Possui Nome!

Bem, imaginei já ter visto todo tipo de crueldade e desumanidade de que poderia, mas um pessoal tem passado demais dos limites. Francamente, isso o que me têm feito não é coisa de gente de verdade, mas sim daquelas Bestas do Apocalipse.

Só por que escrevi em meu currículo e histórico como artista multimídia do Facebook e Google+ que sou desenhista, escritor, pintor, roteirista, compositor e poeta (geralmente) e montador, escultor e fotógrafo (ocasionalmente), fluente em inglês e espanhol e com ideias bem inovadoras e revolucionárias, um pessoal passou a utilizar de deboche, ironia e sarcasmo contra mim.

Não pensei que adicionar as informações básicas do currículo e histórico fosse motivo de piada: a única coisa que quero e preciso é conquistar um emprego fixo de acordo com minha competência e eficiência. Para quem não sabe, possuo mais de 5000 textos, fotos e imagens com minha produção autoral, muitos deles em inglês e espanhol e pessoas de todos os continentes adicionadas ao Facebook e Google+.

Além disso, não creio que alguém aqui saiba, só que fui eu mesmo quem criei o artigo The Grim Adventures of the Kids Next Door da Wikipédia em português, traduzindo manualmente das versões em inglêse espanhol, ficou até muito melhor do que ambas as versões originais, inclusive e principalmente. Para quem duvida ainda, veja meu nome no histórico de edições.

E, finalmente, pesquisei bastante em português, inglês e espanhol para produzir os roteiros de meus vídeos, sendo que, muita coisa, só descobri porque li em inglês e espanhol. Meu canal do YouTube se chama Sávio Christi: História em quadrinhos em foco. e, na parte da descrição, constam todos os créditos, incluindo o link de meu blog do Blogger com todos os roteiros.

A propósito, não sou nenhum viciado na internet: utilizo-a, basicamente, para poder conquistar novos amigos, debater ideias e divulgar meu trabalho. Se ficar sem por alguns dias ou semanas, não chorarei, nem gritarei. Até já fiquei sem por mais de um mês seguido e continuei sendo eu mesmo.


terça-feira, 27 de junho de 2017

Divulgação do canal Sávio Christi: História em quadrinhos em foco.


O link do canal com todos os créditos na parte da descrição: https://www.youtube.com/channel/UCUfAyDekYHgGcho6RuZKAHw.

Já conversei com meus amigos no último domingo e eles virão no próximo me filmar!

Acabarei de vez com os seguintes boatos, mitos e rumores: a charge é um tipo de cartum e o cartum é um tipo de tirinha, as tirinhas, charges e cartuns precisam ser inteiramente e totalmente padronizados, o romance gráfico é um sinônimo do gibi e o gibi é outra forma de se chamar a história em quadrinhos no Brasil, entre outros!

Um amigo meu só se inscreverá após saírem os vídeos, cada um fique livre e à vontade caso deseje fazer exatamente a mesma coisa!

A propósito: levante a mão quem já sabia porque o desenho animado (animação) também se chama cartum em inglês (animated cartoon) e que a mesma coisa acontece em italiano e alemão (respectivamente, cartone animato e animierte Cartoon)!

Como faço para atrair mais inscritos em meu canal do YouTube? Ele é sobre história em quadrinhos e o tema parece que não atrai muita gente!

Link do canal: https://www.youtube.com/channel/UCUfAyDekYHgGcho6RuZKAHw.

Os vídeos (que sairão neste domingo, já acertei os detalhes das filmagens com meus amigos) serão bastante explicativos e informativos: Tirinhas, charges e cartuns: origens, significados e diferenças, vídeo 1 de 5, O que são histórias completas e minisséries, vídeo 2 de 5, O que são gibis, romances gráficos e fanzines, vídeo 3 de 5, O que são amerimanga, la nouvelle manga e americanime e seus antecedentes, vídeo 4 de 5, Os muitos nomes da história em quadrinhos ao redor do mundo, vídeo 5 de 5 e Como surgiram as ideias para meus cinco vídeos didáticos sobre a história em quadrinhos, vídeo extra, mais Créditos de meus cinco vídeos didáticos sobre a história em quadrinhos e vídeo extra.

Efetuei uma extensa pesquisa em português, inglês e espanhol, mas me parece que foi em vão, ou será que meus vídeos ainda farão muito e mesmo sucesso na realidade?

Beatriz, Maria Clara e Michelly, versões em caricatura, realismo e design.


Bem, vocês me desculpem se estes desenhos não ficaram muito ou mesmo bons, mas isso também só aconteceu porque estou sem concentração neste exato momento!

Sabem que há um pessoal Zé-ruela e sem-noção utilizando de deboche, ironia e sarcasmo contra mim, tudo porque escrevi em meu currículo e histórico como artista multimídia que sou desenhista, escritor, pintor, roteirista, compositor e poeta (geralmente) e montador, escultor e fotógrafo (ocasionalmente), fluente em inglês e espanhol e com ideias bem inovadoras e revolucionárias e uma visão de mundo própria!

Não pensei que adicionar as informações básicas de meu currículo e histórico atrairia a atenção e interesse de criaturas tão cruéis e desumanas, só que vocês por acaso sabem quem traduziu manualmente o artigo da Wikipédia em português The Grim Adventures of the Kids Next Door do inglês e espanhol para nosso idioma (fui eu mesmo: meu nome até consta no histórico de edições inclusive e principalmente!)?

Fora toda a pesquisa que fiz nos três idiomas para meus cinco vídeos didáticos sobre história em quadrinhos e vídeo extra, que sairão neste domingo, maiores e melhores detalhes e informações relacionadas na descrição de meu canal do YouTube: Sávio Christi: História em quadrinhos em foco.!

Agora, sim, iremos aos desenhos: eles representam a Beatriz (Bia), sua melhor amiga, a Maria Clara (Clara) e a prima desta, a Michelly, que são as ex-alunas da Escola Monteiro Lobato CEMS que aparecem "pessoalmente" na edição especial (história completa) Albert & Einstein e Metarfos e Samambaia no Mundo Real (sendo que suas contrapartes em desenho, a banda musical fictícia as Descoladas (Beatriz (microfone e violão), Maria Clara (bateria) e Michelly (triângulo)) também estão no enredo como colegas de classe da dupla nonsense) (direitos de nomes e imagens gentilmente cedidos para mim).

Amigos, estou disposto a investir de vez na caricatura, realismo e design... Quais suas dicas para fazer a melhor produção possível?

Parentes e amigos acham essa ideia excelente para ampliar os horizontes, como faço para que esses desenhos todos fiquem bons o bastante?

Qual sua opinião da atual safra de tirinhas, charges e cartuns publicados em jornais, revistas e livros? Acham que são bons o bastante?

Em minha opinião, os atuais autores estão melhorando gradualmente as próprias produções...

Mas é claro: sempre dá para inovar cada vez mais e melhor aquilo que se produz!

E quanto a vocês, o que me respondem disso tudo?

O Palhaço Palhoça, Biba Lofa, Igor Dinho e Pistache o Cão, personagens da série Cartuns Insólitos.

Estes são os quatro protagonistas da série de quadrinhos Cartuns Insólitos: o Palhaço Palhoça, que tem um senso de humor bastante refinado, requintado e sofisticado, Biba Lofa, criança bem criativa e inteligente, Igor Dinho, melhor amigo de Biba e que se diverte a provocando quando diz que meninas são tão frescas e melindrosas e Pistache o Cão, muito mais acanhado e tímido do que a grande maioria dos cães.

Os quatro aparecem na coletânea As Novas Tiras Cômicas, Charges e Cartuns de Albert & Einstein e Sua Turma.

A propósito: um grande e ótimo amigo meu, desenhista, roteirista e músico já me perguntou quantas personagens já criei, a resposta é mais de 1500.

Muitas delas são da dupla nonsense Albert & Einstein e da banda musical os Romanoz, eis alguns universos de personagens de cada lado: Albert & Einstein, Cuca o Detetive, Cátia a Fantasma, Metarfos e Samambaia, Os Casteletti, A Gangue do Terror, Cartuns Insólitos, Bárbara a Borboleta e Cia., A Família Gatoletti, Unihero - A União Heroica, Megaunihero - A Mega União Heroica, Operatur - A Operação Turbo, EQN - O Esquadrão Ninja, As Aventuras do Capitão Skatista, A Turma do Zeca, Bill & Joe os Ratos de Laboratório e Os Torres (Albert & Einstein) e Os Romanoz, Tânia & Raquel, Os Schweib, Os van Pyrus, Álvaro e Aurélio, Espoleta o Cão e Os Lisboanoz (os Romanoz).

Um colega desenhista achou graça de eu dizer isso: ele acha que personagens só existem depois que são publicadas, mas enfim, o que ele acha não altera em nada quaisquer convicções e ideologias minhas afinal!

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Bárbara a Borboleta e Lila a Libélula, personagens da série Bárbara a Borboleta e Cia.

Bárbara a Borboleta (Barbara the Butterfly em inglês e Paloma la Palomilla em espanhol) e Lila a Libélula (Drew the Dragonfly em inglês e  sem nome definido em espanhol) são as principais personagens da série de quadrinhos Bárbara a Borboleta e Cia., sendo melhores amigas para o que der e vier.

Bárbara gosta bastante de pensar nas coisas boas da vida, incluindo aquelas que possuem algum tipo de ligação ou relação com alguma das coisas ruins.

Já Lila, por sua vez, não é de pensar tanto assim, ainda que, também, creia que, de fato, existam coisas boas a par ou em conjunto às coisas ruins.

Na série, cada personagem é um pequeno inseto, réptil ou roedor de nome aliterado, assim como, por exemplo, Bárbara a Borboleta, Lila a Libélula, Móris o Mosquito e Abílio a Abelha, sendo que estes quatro em questão aparecem na coletânea As Novas Tiras Cômicas, Charges e Cartuns de Albert & Einstein e Sua Turma.

A propósito: enquanto recuperava algumas lembranças e recordações mais antigas ou menos recentes no Facebook, acessei uma postagem minha de 27 de fevereiro deste ano, onde recebi 88 reações, 102 comentários e 4 compartilhamentos!

Quero muito e mesmo, outra vez, poder agradecer e parabenizar a todos os parentes e amigos por seus inteiros e totais apoio e solidariedade!

Na referida ocasião, perguntei se existia algo de errado com minha expressão facial e verbal, pois um pessoal andou dizendo que sou louco, psicopata, retardado, gay e plagiador, que meus desenhos são de crianças entre 3 e 6 anos de idade, que até mesmo crianças de verdade desenham muito melhor e que devo ser preso, internado e morto e foi aí que meu pessoal veio  tomar minha defesa e partido pela situação toda!

Alguém aqui já ouviu falar nas séries de animação Class of 3000 e Korgoth of Barbaria, ambas do Cartoon Network? Elas não saíram no Brasil.

A primeira é uma comédia musical sobre um professor de música que retorna a sua cidade natal para dar aula para um grupo de alunos extremamente talentosos, já a segunda é de espada e feitiço e se passa em um mundo pós-apocalíptico, parodiando Conan o Bárbaro (Conan the Barbarian).

Por razões desconhecidas, elas não foram lançadas no Brasil, sendo as duas do ano de 2006.

Andei lendo, vendo e ouvindo muita coisa sobre cada uma, e, até hoje, não entendo porque foram vetadas por aqui no Brasil!

Anúncio Prévia de Algumas Revistas Mais Futuras (Indefinidas).


Bom, andei anunciando algumas revistas e livros mais recentes, mas, por erro de cálculo e problemas recorrentes, a ordem e datas estão sendo redefinidas!

Ainda não sei o que fazer com as revistas já planejadas para este ano, exceto pela coletânea As Novas Tiras Cômicas, Charges e Cartuns de Albert & Einstein e Sua Turma e pela história completa Albert & Einstein e Metarfos e Samambaia no Mundo Real, que sairão o quanto antes (isso é, já completei os Volumes 1 e 2 de 9 e o Volume 3 também já está em andamento).

A série de livros Os Torres também sairá o quanto antes (o Volume 1 de 2 ainda está em andamento, sendo que estou fazendo os quadrinhos na rua e os livros em casa), fiquem de olho!

Demétrio Usequiel, personagem da série Metarfos e Samambaia.

Bom, Demétrio Usequiel é um homem que sofre de algum tipo de delírio e surto, já que ele sempre afirma ser á reencarnação de Deus.

Para ele, quem insistir em negar "o óbvio", como ele mesmo diz, deve ir para o inferno. E quando o verdadeiro Deus lhe chama a atenção, ele acredita que está tendo uma espécie de alucinação auditiva.

Ele aparece na coletânea As Novas Tiras Cômicas, Charges e Cartuns de Albert & Einstein e Sua Turma, sozinho ou conversando com Deus.

A propósito: não vim aqui para brigar com ninguém, nem para que ninguém brigue comigo, mas pessoas continuam me enviando e-mails bastante grosseiros e grotescos só porque não querem mais receber produções minhas como artista multimídia (desenhista, escritor, pintor, roteirista, compositor e poeta)!

Por que não me pedem com bastante educação, honestidade e respeito, também com bastante compreensão e tolerância?


Não sou saco de pancada, nem alvo de explosão e detonação: se vierem baixar o nível para cima de mim, podem possuir inteira e total certeza de que responderei com meus comentários, conselhos e críticas e sem me desculpar, estão sabendo?


Isso é, não me desculparei sem a outra parte me fazer exatamente a mesma coisa antes disso, qualquer coisa também, vão meus três e-mails para contato: saviochristi@writeme.com, saviochristi1@ciudad.com.ar e saviochristi@mail.com!

domingo, 25 de junho de 2017

Artigo ilustrado Como Surgiu a Ideia para a História Completa Albert & Einstein e Metarfos e Samambaia no Mundo Real e Galeria de Capas da Coletânea As Novas Tiras Cômicas, Charges e Cartuns de Albert & Einstein e Sua Turma e Albert & Einstein e Metarfos e Samambaia no Mundo Real.






Como vocês já devem saber, a edição especial  (história completa) Albert & Einstein e Metarfos e Samambaia no Mundo Real é minha primeira experiência produzindo uma história onde criações originais minhas são vistas em desenho básico / desenho realista / realismo.

Para quem ainda não leu minhas postagens anteriores comentando a história, aqui está de novo a sinopse: Um acidente científico transporta a dupla nonsense Albert & Einstein e o casal metamórfico Metarfos e Samambaia para o mundo real, onde descobrem que já não são mais os mesmos. Agora, eles precisarão localizar uma maneira de poderem retornar para casa. Enredo não relacionado ao filme A Rosa Púrpura do Cairo.

Meu amigo e minha amiga, também amigos, desenhistas e escritores e de meu estado da federação nada gostam da ideia minha de querer misturar pessoas reais e personagens de outros autores empresas a minhas criações, mas as próprias Beatriz, Maria Clara e Michelly da Escola Monteiro Lobato CEMS já estão super felizes de poderem estar aparecendo "pessoalmente" nessa minha história, vejam bem isso!

Anúncio Lista de Personagens da Coletânea As Novas Tiras Cômicas, Charges e Cartuns de Albert & Einstein e Sua Turma por Volume.





Algumas das traduções para o inglês e espanhol até podem ter ficado para lá de absurdas e bizarras, mas fiz meu melhor!

A tradução mais estranha foi, com certeza, Senhor Souza para Mister Smith do português para o inglês, mas isso foi porque eu achei que Mister Souza não soaria bem em inglês e me lembrei de que Smith, além de ser tão comum em inglês quanto é Souza em português, também começa com a letra S!

Peço para que, também, não estranhem as traduções de Lila a Libélula para Drew the Dragonfly do português para o inglês e de Bárbara a Borboleta para Paloma la Palomilla do português para o espanhol, só que foi para preservar as aliterações!

Amigos, já perguntei uma vez e ninguém me respondeu... Se quiserem, deem algum palpite do assunto:

Meus vídeos sairão na semana que vem e dois deles em específico se chamarão O que são amerimanga, la nouvelle manga e americanime e seus antecedentes, vídeo 4 de 5 e Os muitos nomes da história em quadrinhos ao redor do mundo, vídeo 5 de 5.

Um dos dois trará uma comparação entre as três principais vertentes: o comics / animated cartoon, o mangá / anime e a bande dessinée, distribuída em 12 subtópicos distintos: o sentido da leitura impressa (explicação idêntica para o comics e bande dessinée), quais são as tirinhas impressas (explicação idêntica para o comics e bande dessinée também), a questão da coloração impressa, o tipo do papel impresso utilizado, o formato de publicação impressa utilizado, se existem ou não coletâneas de histórias mais antigas impressas, sobre as histórias com temáticas mais adolescentes e adultas (explicação idêntica para o comics / animated cartoon e bande dessinée ainda), como costumam ser seus super-heróis (explicação idêntica para o mangá / anime e bande dessinée), a questão da continuidade, gêneros narrativos preferidos, qual o tipo do desenho e qual o tipo do traço.

Já o outro trará os nomes da história em quadrinhos de acordo com as partes do mundo:

Brasil apenas, Portugal e Angola em conjunto, Estados Unidos e demais países anglófonos em conjunto, Espanha, México, Argentina e Chile em conjunto, Cuba apenas, México apenas, França, Bélgica, Suíça e Québec em conjunto, Alemanha, Áustria, Suíça e Liechtenstein em conjunto, Japão apenas, China apenas, Coreia do Sul e Coreia do Norte em conjunto, Indonésia apenas, Filipinas apenas, Itália apenas e África do Sul apenas.

Em ambos os casos, ainda estou bastante em dúvida de qual a melhor ordem dos subtópicos ou nomes de acordo com a importância e relevância, nesse caso, como faço para solucionar isso de uma vez, alguém aqui me sugere a melhor ordem em cada caso?

Os roteiros dos vídeos constam em meu blog do Blogger, listado na descrição de meu canal do YouTube: Sávio Christi: História em quadrinhos em foco., sendo que já conversei com meus amigos ainda há pouco e eles virão em minha casa para fazer as filmagens no próximo domingo mesmo.

Amigos, vim lhes pedir para terem bem mais compreensão e tolerância com a demora de meus vídeos... Leiam tudo:

Meus amigos, que farão as filmagens nesta semana que inicia e eu estaremos nos reunindo ainda hoje, que será para decidirmos o dia exato.

Meu canal do YouTube para novas inscrições: Sávio Christi: História em quadrinhos em foco., ele contém todos os créditos na parte da descrição, incluindo o link de meu blog do Blogger com os roteiros.

Acredito que, com esses vídeos todos, acabarão de vez bastantes boatos, mitos e rumores, assim como, por exemplo, que a charge é um tipo de cartum e o cartum é um tipo de tirinha, que as tirinhas, charges e cartuns são inteiramente e totalmente padronizados, que o gibi e romance gráfico são sinônimos, que o gibi é outra forma de se chamar a história em quadrinhos em geral no Brasil e tantos outros.

Vídeos a serem postados: Tirinhas, charges e cartuns: origens, significados e diferenças, vídeo 1 de 5, O que são histórias completas e minisséries, vídeo 2 de 5, O que são gibis, romances gráficos e fanzines, vídeo 3 de 5, O que são amerimanga, la nouvelle manga e americanime e seus antecedentes, vídeo 4 de 5, Os muitos nomes da história em quadrinhos ao redor do mundo, vídeo 5 de 5 e Como surgiram as ideias para meus cinco vídeos didáticos sobre a história em quadrinhos, vídeo extra, mais Créditos de meus cinco vídeos didáticos sobre a história em quadrinhos e vídeo extra.

Desde já, muito obrigado a todos por toda a atenção e interesse e um abraço!

Artigos ilustrados Como Surgiu a Ideia para a Coletânea As Novas Tiras Cômicas, Charges e Cartuns de Albert & Einstein e Sua Turma e Informações Básicas sobre as Tirinhas, Charges e Cartuns.






A propósito, meus amigos e eu estaremos nos reunindo em poucas horas para vermos em qual dia da semana que vem sairão meus cinco vídeos didáticos sobre a história em quadrinhos e vídeo extra, eis meu canal do YouTube para quem ainda não se inscreveu e deseja fazê-lo: Sávio Christi: História em quadrinhos em foco.

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Bianca e Rúbia as Mestras da Robótica, 3º. desenho.

Pois então, seguindo a sugestão de um amigo desenhista, elas agora têm um robô como ajudante: Roboniro!

A história das duas começa em, como já se sabe, Os Circuitos de Andreia Androida 1 – As Mestras da Robótica Entram em Ação! Bianca Moreno da União e Rúbia Loureiro da Silva, de 34 e 33 anos, respectivamente, trabalham honestamente como sendo engenheiras robóticas. Até que, em dado momento, elas decidem largar a vida honesta, porque, para elas, isso já não está mais dando futuro e lucro. Sua primeira atividade criminosa será eliminar a assistente de laboratório e super-heroína Andreia Androida Siqueira, membro da equipe de heróis tradicionais os Companheiros de Honra, já que elas consideram e estimam que Andreia é uma verdadeira ameaça a sua brilhante carreira como supervilãs.

Andreia está trabalhando dentro do laboratório de seu pai e projetor, o cientista-inventor e professor universitário Professor Aluísio Siqueira na ausência dele. É quando ela recebe um falso chamado de alerta vindo de Bianca e Rúbia, sem nem sequer desconfiar que está sendo isca de uma armadilha. Depois disso, a médica veterinária Maria Camargo, conhecida também como a super-heroína a Sem Classe vem visitar o laboratório. Ela encontra a porta aberta e descobre que não há ninguém presente no local. E como ela sabe que o Professor Siqueira está dando aulas naquele momento, ela deduz que aconteceu alguma coisa a Andreia, que deveria estar no laboratório. Depois disso, Andreia Androida e a Sem Classe deverão se unir contra as malvadezas e travessuras de Bianca e Rúbia as Mestras da Robótica.

A propósito: na semana passada, desentendi-me com uma desenhista, que veio afirmar que nós, homens, somos todos iguais! Quero pedir para que, por favor, mais ninguém faça esse tipo de generalização, já que as pessoas são diferentes e livres!

Achei que ela e eu poderíamos ser amigos, uma pena que ela foi incapaz de dialogar com alguém como eu!

Se bem que eu mesmo não fiz nada contra essa pessoa: foi ela quem me levou a mal a troco de nada, e, ainda, veio achar que eu estava de infâmia ao me desculpar por lhe causar discórdia e equívoco!

Foi igual quando uma ex-usuária do Yahoo! Respostas perguntou bem o seguinte:

"Mulheres, me respondam:?

1º.: Por que a maioria dos homens são falsos, mentirosos e canalhas?

2º.: Por que alguns são mentirosos?

3º.: Por que eles acham que podem, mas, na verdade, eles não passam de um zero à esquerda?".

Foi nisso que dois amigos meus, ambos ateus responderam, cada qual, das seguintes formas, cada um esbanjando inteiras e totais competência e eficiência:

"Você acha isso porque é mal-amada. Por favor, não generalize, pois eu posso generalizar também e você não vai gostar. Procure escolher melhor seus namorados."

"Certamente, você só comunica com pseudo-homens e de baixo nível. Tente evoluir, evoluir muito até conseguir comunicar com verdadeiros homens e não voltar a dizer o que disse.".

Gente, muitos de vocês andaram se inscrevendo em meu novo canal do YouTube... Agradeço bastante, mas ainda não identifiquei vocês todos...

O link do canal do YouTube consta nos créditos do vídeo no link do blog do Blogger: http://saviochristi3.blogspot.com/2017/04/as-versoes-pos-finais-dos-roteiros-para.html

Quem utiliza um nome bem diferente no YouTube do que no Blogger, por favor, envie-me uma mensagem privada pelo YouTube, que será para eu saber que se tratam exatamente da mesma pessoa!

A propósito: perguntarei a meus amigos se eles têm como virem aqui em casa neste fim de semana, só que eles já confirmaram virem aqui até o final do mês, beleza?

Bianca e Rúbia as Mestras da Robótica, 2º. desenho.

Bianca Moreno da União e Rúbia Loureiro da Silva, de, respectivamente, 34 anos e 33 anos são, como já comentei no desenho anterior, as arqui-inimigas de Andreia Androida Siqueira na série de quadrinhos Os Circuitos de Andreia Androida (derivada da também série de quadrinhos Os Companheiros de Honra e do livro Capitão Honorável o Super-Herói – As Aventuras de Um Super-Herói Show de Bola, e, assim como estes, está diretamente relacionada à ainda série de quadrinhos Demétrio Doidão o Derramador). Elas também aparecem em dois livros: O Quarteto em Sintonia – As Aventuras das Musicistas Continuam e Os Rodrigues e os Rocha – Duas Famílias Fora do Normal, sendo o primeiro sequência de um livro mais antigo, O Quarteto Musical – As Aventuras de Quatro Musicistas.

Abaixo, vão, de novo, as sinopses das três primeiras edições, que sairão uma de cada vez, sendo que a terceira deverá sair só no ano que vem:

Sinopse (Os Circuitos de Andreia Androida 1 – As Mestras da Robótica Entram em Ação!): Andreia Androida, filha e projétil do Professor Siqueira, da equipe de heróis tradicionais os Companheiros de Honra (formada pelo Capitão Honorável, o Rinoceronte-Branco, Fredo Álvares, Andreia Androida, Professor Siqueira, a Sem Classe, Mister Bog III, Andri de Vênus e Carlos o Leão de Honra) e sua colega de equipe, a Sem Classe deverão lutar contra duas novas ameaças: Bianca e Rúbia as Mestras da Robótica, que desejam acabar de vez com Andreia! Andreia Androida e Professor Siqueira são duas criações originais de Luciano Nascimento da Silva, ideias e nomes originais parciais, Macaíba Fontes, conceito, Felipe Tavares, conceito e Sávio Christi, nomes originais parciais e produto final. A Sem Classe é uma criação original de Sávio Christi, ideia original, codinome e produto final e Joan Morais de Figueredo, nome civil. Os Circuitos de Andreia Androida é uma criação de Sávio Christi, ideia original e produto final e Luiz Felipe Oliveira Champloni, título.

Sinopse (Os Circuitos de Andreia Androida 2 – O Terrorismo Parental!): A assistente de laboratório Andreia Androida continua combatendo o crime nas horas vagas. Quando seu pai, o Professor Siqueira é sequestrado pelo Grupo de Terroristas, cabe a sua colega de equipe, a Sem Classe e ela própria salvarem-no! Andreia Androida e Professor Siqueira são duas criações originais de Luciano Nascimento da Silva, ideias e nomes originais parciais, Macaíba Fontes, conceito, Felipe Tavares, conceito e Sávio Christi, nomes originais parciais e produto final. A Sem Classe é uma criação original de Sávio Christi, ideia original, codinome e produto final e Joan Morais de Figueredo, nome civil. Os Circuitos de Andreia Androida é uma criação de Sávio Christi, ideia original e produto final e Luiz Felipe Oliveira Champloni, título.

Sinopse (Os Circuitos de Andreia Androida 3 – O Problema de Mau Funcionamento!): Um problema de mau funcionamento em Andreia Androida Siqueira faz com que seu pai, Aluísio Siqueira / Professor Siqueira precise pedir ajuda a Nataniel Grimpel / Doutor Grimpel, um dos principais vilões dos Companheiros de Honra! Andreia Androida e Professor Siqueira são duas criações originais de Luciano Nascimento da Silva, ideias e nomes originais parciais, Macaíba Fontes, conceito, Felipe Tavares, conceito e Sávio Christi, nomes originais parciais e produto final. A Sem Classe é uma criação original de Sávio Christi, ideia original, codinome e produto final e Joan Morais de Figueredo, nome civil. Os Circuitos de Andreia Androida é uma criação de Sávio Christi, ideia original e produto final e Luiz Felipe Oliveira Champloni, título.